FERRO DE SOLDA

Dicas e Cuidados na Soldagem

 
Home  
Artigos  
Datasheet's  
Esquemas  
Circuitos  
Cursos Online  
Links  
Classificados  
Modo Serviço  
Códigos DVD  
Impressoras / Reset  
Cartuchos / Reset  
     
     
 

DIRETÓRIOS

 
     
Astronomia  
Genealogia  
Ufologia  
Pesca Amadora  
Numismática  
WebCam  
Drivers  
     
     
 

SOBRE O SITE

 
     
Premios Recebidos  
Sites Parceiros  
Links para Freebr  
     

O FERRO DE SOLDA

Já ouvi relatos de colegas que ao sentirem um forte cheiro de borracha queimada, descobriram que estavam pisando em cima do ferro de solda ligado. Outro, ainda se recorda do pesadelo do dia em que queimou  o antigo e raro móvel da vitrola de um cliente . Tudo isto porque não possuíam um simples e barato acessório chamado suporte para ferro de solda.

Existem diversos modelos no mercado, mas com um pouco de criatividade voce poderá construir um utilizando sucatas (molas, ferro, vergalhão, etc...). O importante é ter um lugar seguro para repousar o ferro de solda o que ira facilitar o seu trabalho e tornar mais seguro o ambiente, evitando acidentes e queima indesejada de objetos em sua bancada ou até mesmo de seus sapatos, caso voce seja um daqueles que deixa o ferro no chão enquanto está fazendo outra coisa !

Vimos até aqui como manter o ferro de solda em seu lugar apropriado, mas existe outro fator de grande importância que é manipulação deste instrumento de bancada. Se mau dimensionado em termos de potencia para o que se pretende fazer e imperícia na sua utilização pode se tornar uma arma de destruição em massa de trilhas e componentes !

O ferro de solda possui um companheiro inseparável: o sugador de solda ! - Indispensável ao hobbysta e técnico em eletrônica. Sem ele voce não consegue retirar um componente do circuito, pode até arrancá-lo, mas isso não é correto, pois voce levaria mais tempo para realizar a operação aquecendo em demasia o componente e pondo em risco a trilha de cobre do circuito impresso. Com o auxilio do sugador voce remove com facilidade a solda dos terminais dos componentes e deixa os orificios livres para uma nova inserção. Para trabalhos delicados como montagens de projetos ou reparações eletrônicas, normalmente utilizam-se ferros de solda de potência entre 20 e 30 watts. É claro que existem estações de solda com controle de temperatura e outras maravilhas incorporadas, mas este artigo destina-se ao hobbysta e ao técnico que está iniciando e não pode dispor de verba para investir em equipamentos mais sofisticados. Mesmo assim, deve adquirir um soldador de boa qualidade, bem como o sugador e a solda a ser utilizada. Existem diversos tipos de ponteiras utilizadas nos soldadores: Finas, grossas, arredondadas, longas, curtas, etc. É importante que voce disponha de alguns tipos diferentes. Existem Ci's que a proximidade de seus terminais exigem um ferro com a ponta muito fina para que sejam removidos ou inseridos o que seria quase impossível com um ferro de ponta grossa pois ao soldar um terminal voce já estaria espalhando solda no outro e fazendo um curto.

Se voce não tem prática, treine em sucatas de placas removendo componentes e os recolocando. Em pouco tempo voce irá se adaptar a estas ferramentas, mas trabalhe sempre com calma, sob boa iluminação e com o equipamento ou placa bem posicionado.

Algumas Dicas Para Conservar de Ferro de Solda

Após o uso, não se deve sacudir o ferro para retirar os resíduos de solda acumulados na ponta. Pelo contrário, a ponteira deve permanecer estanhada para evitar sua oxidação. Utilize uma esponja levemente umedecida para limpar a ponteira com o ferro ainda quente. Em seguida estanhe o mesmo.

Nunca Lixe a ponta do ferro, para não remover o revestimento.

Não substitua a ponteira por outra que não seja original ou especialmente desenvolvida para aquele tipo de ferro de solda.

 

RETORNAR

© Freebr.com  2004-2005 . Direitos Reservados   |   free web template from myfreetemplates.com   Free web templates by MyFreeTemplates.com